Categorias Notícias

6 dicas essenciais para adquirir um carro financiado

Ter um automóvel na garagem é o sonho de consumo mais comum dos brasileiro, ao lado de comprar uma casa. Dito isso, muita gente prefere por adquirir um carro financiado em vez de comprá-lo à vista.

Na verdade, a maneira mais comum dese comprar carros no Brasil é justamente essa: pelo financiamento. 3 milhões de pessoas usam esse tipo de crédito para realizar seus sonhos automotivos todos os anos.

No entanto, se você pretende adquirir um carro financiado, é importante se prevenir para garantir que o negócio será um sucesso e não transformará seu sonho em pesadelo.

Quer saber como se planejar para comprar um carro financiado? Então siga a leitura abaixo!

1. Entenda qual é o Score para adquirir um carro financiado

Se você está se preparando para adquirir um carro financiado, precisa conhecer qual é o seu Score e se ele é o suficiente para um acordo desse tipo.

O Score de Crédito é uma espécie de nota que avalia o seu histórico de bom pagador. Ele tem uma pontuação de 0 a 1000 e, quanto maior, mais bem avaliado é o seu histórico.

Ter um bom Score é importante para garantir que você terá o financiamento aprovado mais facilmente, além de ter juros menores por parte do banco ou da financeira.

No geral, um Score mínimo para financiar carro sem entrada é de 700. No entanto, com uma nota um pouco menor já dá para conseguir o financiamento também.

Um Score 450 é bom para um carro mais barato, por exemplo, mas o ideal é tentar ficar acima de 500.

2. Faça um planejamento financeiro antes de comprar

Antes de buscar um financiamento automotivo, é importante que você faça um planejamento financeiro adequado.

A ideia é conseguir algumas “metas” para poder garantir que você dará conta de adquirir carro financiado sem problemas.

A primeira delas é garantir que você terá pelo menos 30% da sua renda bruta mensal livre para poder absorver as parcelas e os outros gastos do carro (falaremos sobre isso em breve).

Para isso, você precisará cortar despesas desnecessárias ou buscar novas fontes de renda para atingir esse percentual.

Além disso, garanta que você não tenha nenhuma dívida em atraso, pois é muito difícil conseguir o financiamento com o nome sujo na praça.

3. Opte por financiar seu carro com uma concessionária

Se você for comprar um carro usado, é possível que fique tentado a buscar um dos muitos anúncios de particulares em sites como o OLX ou Mercado Livre.

No entanto, essa não é a melhor opção para quem quer adquirir carro financiado. Isso porque é muito mais difícil conseguir boas condições de financiamento quando o vendedor é um particular.

As boas concessionárias, aquelas que têm uma marca de respeito e contam com boas práticas empresariais, fazem parcerias com bancos e financeiras e, por isso, podem oferecer juros menores aos clientes.

Portanto, opte por fechar um acordo com uma boa concessionária em vez de buscar por um vendedor particular.

4. Busque um bom equilíbrio entre o número de parcelas e o valor delas

Os juros são um dos principais elementos que encarecem um financiamento, mas não são o único. O número de parcelas também tem um efeito significativo na sua dívida e, portanto, o quanto você terá de pagar no fim do acordo.

O ideal é buscar encontrar um bom equilíbrio entre um número de parcelas e o valor delas. Tente não deixar parcelas em excesso pois isso encarecerá o financiamento, mas também não ocupe demais do seu orçamento, já que você terá outros gastos com o carro.

Por falar nisso…

5. Contabilize os demais gastos que você terá com o carro

Lembra que nós dissemos acima que você precisava livrar pelo menos 30% da sua renda bruta para financiar um carro? Pois é, isso inclui não só a parcela do automóvel, mas também os outros custos dele.

Por exemplo, o combustível do veículo, o IPVA, a manutenção, troca de peças e por aí vai.

Portanto, estude bem qual é o modelo de carro que você pretende comprar, seu consumo, custo de manutenção e demais despesas para saber quanto você precisará poupar mensalmente.

6. Cogite antecipar parcelas durante o financiamento

Por fim, enquanto o financiamento estiver acontecendo, opte por antecipar algumas parcelas sempre que possível. Isso é útil pois diminui o total da sua dívida, reduz os juros e garante que você pagará menos no final.

Por exemplo, você recebeu o seu 13º? Então dedique uma boa parte dele para quitar o seu financiamento. Ganhou um bônus no trabalho? Direcione esse valor  para antecipar parcelas.

Isso fará com que, em longo prazo, o financiamento fique mais barato e você não tenha que pagar muito pelo veículo.

E aí, gostou de aprender essas dicas essenciais para quem quer adquirir um carro financiado? Então, agora é só colocá-las em prática.

Antes disso, deixe um comentário abaixo com a sua opinião sobre o assunto!

Publicado por
veiculosnaweb

Notícias recentes

Como cuidar do carro no inverno

Você sabe como cuidar do carro no inverno? Se não, então precisa aprender. Afinal, a época mais fria do ano…

1 mês atrás

Tipos de motos para trabalhar com delivery: entenda quais são as melhores opções

Se você está desempregado, mas ter CNH para andar de motocicletas, então precisa aprender quais são os principais tipos de…

1 mês atrás

Primeiro carro: como cuidar e aumentar a vida útil de veículos

Você acabou de adquirir ou está pensando em comprar o seu primeiro carro? Esse um momento muito importante na vida…

3 meses atrás

Cuidados para o transporte do seu pet de carro

Animais de estimação adoram pegar a estrada junto com seus donos. No entanto, a viagem pode ser complicada dentro de…

4 meses atrás

Saiba como valorizar o carro usado na hora da revenda

Muitos motoristas gostariam de saber como valorizar o carro usado na hora da revenda do seu automóvel. Afinal, na maior…

6 meses atrás

Carro para Pessoas com Deficiência (PCD): qual é a desvalorização desses veículos no mercado?

Estudo mostra apresenta os 63 automóveis disponíveis no mercado dentro dos critérios de isenção de impostos para Pessoa com Deficiência…

6 meses atrás