Categorias Notícias

Saiba como comprar seu carro ou moto usado com segurança!

Vai trocar de carro? Precisa de uma moto nova? Semi-novos e usados sempre são uma opção interessante para o bolso. Mas fique de olho, preparamos algumas dicas para você não entrar em roubada.

Consulte o histórico do veículo

A consulta do veículo desejado – checar a documentação da fabricação até o momento da compra – é fundamental na hora de comprar um veículo seminovo ou usado, para ter certeza que está fazendo um bom negócio. Esse serviço indica se o veículo possui débitos, multas, recuperação de sinistro, além de ajudar a não cair em golpes como problemas na documentação e quilometragem adulterada. E dá para fazer consultas online.

A tabela FIPE é a principal referência de preços.

Pesquise o preço médio do veículo que você possui ou quer comprar. Se o modelo escolhido estiver com valor muito acima, negocie! E se o valor estiver muito abaixo, pode desconfiar… Veículos com preços muito baixos e de comportamentos estranhos, como depósito de sinal, podem indicar informações mascaradas sobre o veículo.

Atente-se se há troca de peças

Quando há necessidade de trocar alguma peça (por sinistro de carro ou desgaste), muitos donos optam por peças não originais. Busque uma avaliação confiável de um especialista. Caso as peças sejam piratas, ele poderá lhe dizer. Peça também para levantar o carro! Verifique o estado estrutural, se há soldagens, elas podem indicar que houve alteração nas configurações originais, como no caso de carros rebaixados ou em recuperação de batidas de maiores proporções.

Atenção aos pneus

O desgaste dos pneus pode te dar uma boa noção do estado do seminovo. Desgaste desproporcional entre as bandas do pneu indicam problemas no alinhamento, suspensão e balanceamento.

Veículo roubado

No momento da venda de um veículo, é comum que o proprietário não diga ou mesmo não saiba que o carro já foi roubado ou furtado. Se o veículo for apreendido será devolvido ao devido proprietário. E o comprador terá que arcar com o prejuízo e a dor de cabeça de ser chamado para depor como portador de um veículo roubado.

Fique atento nos pedais, bancos, volante e câmbio

Caso algum deles estejam muito gastos é um sinal de que o carro é muito rodado, e se a quilometragem não indicar isso, a quilometragem pode ter sido fraudada. Por outro lado, um revestimento muito novo também pode ser feito a fim de mascarar desgastes.

Por isso, exija sempre todos os documentos e certifique-sede que são originais. A plataforma Olho no Carro, por exemplo, com apenas com o número da placa ou chassi é possível saber se o carro já passou por leilão, sinistro, risco de recusa em seguros, recall, histórico de quilometragem, roubo e furto e todos os dados necessários para fazer uma compra segura, e pode ser um super auxílio para te ajudar a decidir qual veículo comprar.

Aproveite a visita ao nosso blog e confira os produtos e serviços interessantes que você pode encontrar em uma oficina e não perca a oportunidade de conhecer mais sobre esse assunto!

Publicado por
veiculosnaweb

Notícias recentes

Saiba como valorizar o carro usado na hora da revenda

Muitos motoristas gostariam de saber como valorizar o carro usado na hora da revenda do seu automóvel. Afinal, na maior…

2 dias atrás

Carro para Pessoas com Deficiência (PCD): qual é a desvalorização desses veículos no mercado?

Estudo mostra apresenta os 63 automóveis disponíveis no mercado dentro dos critérios de isenção de impostos para Pessoa com Deficiência…

2 dias atrás

Dicas de cuidados com o seu carro antes de viajar

Todo mundo gosta de uma boa e velha viagem, não é mesmo? Trata-se de um período de lazer com a…

2 meses atrás

Realidade Virtual transforma público do GP de F1 em piloto

Já imaginou pilotar um carro de Fórmula 1 sem sair do lugar? Pois é esta a sensação que o empreendedor…

2 meses atrás

Como evitar problemas na hora da vistoria veicular

Chegou a época mais temida para todos aqueles que são motoristas: a vistoria veicular. E não adianta justificar que não…

2 meses atrás

Viagem de avião ou viagem de carro – quais os prós e contras para um itinerário de menos de 500 km

Na hora de escolher a melhor forma de viajar é preciso levar em consideração a distância, quantidade de pessoas, tempo…

3 meses atrás