Categorias Motos

Por que as motos da Kawasaki são especiais?

Motos da Kawasaki são especiais: se você é fã de motos, especialmente dos modelos esportivos, com toda a certeza já ouviu o nome Kawasaki por aí.

Pois é, a marca japonesa é uma das mais conhecidas e renomadas montadoras de transportes de todo o mundo.

Além de motos, a empresa também é responsável pela fabricação de helicópteros e Jet Skis, por exemplo, expandindo seu leque e consolidando-se como uma verdadeira gigante no setor ao qual pertence.

Não à toa, as motocicletas produzidas pela marca são as mais procuradas em site de motos brasileiros.

Mas o que torna as máquinas de duas rodas produzidas pela Kawasaki tão especiais? Vamos descobrir!

Conheça a marca Kawasaki

Kawasaki logo

Antes de falarmos das motos fabricadas pela marca japonesa, que tal aprender um pouco mais sobre ela? A Kawasaki Heavy Industries Ltd (KHI) é uma corporação multinacional fundada em 1878 por Shozo Kawasaki.

No início, a empresa foi criada com o intuito de construir navios de aço transatlânticos.

O que deu certo e causou uma expansão no negócio que, em 1906, passou a produzir também locomotivas, vagões de carga, passageiros, turbinas navais e vapor.

Como todas as tentativas foram bem sucedidas, a Kawasaki prosseguiu com os investimentos e também se arriscou na aviação, tendo dado vida ao primeiro avião de metal do Japão.

Em relação às motos, a Kawasaki demorou um pouco para produzi-las desde que foi fundada. O primeiro veículo de duas rodas da companhia só foi desenvolvido em 1961.

Desde então, mais modelos foram sendo criados e bem aceitos em todo o mundo, o que tornou a empresa referência nesse segmento.

Em 2009, a Kawasaki montou sua primeira fábrica na América Latina, no Brasil, em Manaus (AM). Em 2016, completou 120 anos de existência.

Atualmente, a Kawasaki apresenta cerca de 50 subsidiárias espalhadas por todo o mundo, incluindo plantas industriais, centros de distribuição e escritórios de vendas.

Seus principais empreendimentos abrangem projetos de engenharia e controle ambiental de indústrias, máquinas e robôs industriais, engenharia naval e marítima, engenharia de usinas energéticas e siderúrgicas, material ferroviário, aeroespacial e, por fim, motocicletas, quadriciclos e Jet Skis.

Conheça as motos Kawasaki

Kawasaki Z900
foto: kawasakibrasil.com.br

Desde que iniciou seu processo de fabricação de motos, a Kawasaki conta com cerca de 82 modelos diferentes de veículos, que se dividem nas categorias Custom/Cruiser, Esportiva Turismo/Sport Touring, On-Off Road/Dual Purpose, Cross/Off-Road, Street/Naked, Esportivas Ninja e as para uso especial (polícia/corrida).

Dessas, a série que mais fez sucesso e continua a despertar mais o interesse dos amantes de motos são os modelos Ninja.

A série Ninja foi criada em 1984 (tem, portanto 34 anos de história) e conta com, mais ou menos, 15 modelos diferentes.

São versões esportivas, inovadoras e potentes, que desde que foram criadas, servem como referência para diversas outras marcas ao redor do globo.

Seus exemplares apresentam entre 296 e 1.441 cilindradas e possuem valores dentro R$20.000 e R$75.000, em média. Ou seja, se é potência o que você procura, pode, definitivamente, encontrar nas Kawasaki Ninja.

Atualmente, a Kawasaki possui o modelo de moto mais caro do Brasil. O título é da Kawasaki Ninja H2R, que cuta R$350.000 (o mesmo preço de muitos carros de luxo).

Preço que se justifica se analisarmos os pontos fortes da moto, que possui 326 cavalos de potência, um motor de 4 cilindros e 988 cilindradas.

Além, claro, do design moderno e arrojado, com pequenas “asas” em suas carenagens de fibra de carbono que aperfeiçoam seu efeito aerodinâmico.

A moto é vendida apenas por encomenda. Se o seu sonho é ter uma dessas, portanto, prepare-se para desembolsar uma boa quantia.

O que torna as Kawasaki tão especiais?

Com essas informações, fica um pouco mais fácil entender o porquê de as motos Kawasaki serem líderes quando o assunto é procura de motos no Brasil. Mas, resumindo, o que elas tem de tão especial, afinal de contas?

Tradição: como indicamos, as motos Kawasaki são produzidas desde 1961, ou seja, são 57 anos de história, inovação e experiência no mercado. São veículos consagrados, renomados, testados e aprovados em várias partes do mundo por pilotos de diferentes segmentos. A marca, por isso, tornou-se sinônimo de confiança entre os amantes de motos.

Velocidade: muitas motos Kawasaki, especialmente as da linha Ninja, possuem muitas cilindradas e cavalos. A Ninha H2R, por exemplo, apresenta um motor superior em níveis de potência a de carros como o Porsche Boxter (265 cavalos) e a Mercedes Benz SLK 250 Turbo (204 cavalos). Velocidade é o que não falta nesses tipos de motos esportivas criadas pela marca japonesa.

Design: os designs inovadores e modernos das Kawasaki sempre chamaram a atenção desde que foram criados. E, atualmente, não é diferente. Sua aparência agressiva e dinâmica combinada à famosa cor verde da marca é um chamariz para quem procura se destacar no mundo das motocicletas.

Desempenho: mesmo com motores muito potentes, as Kawasaki ainda conseguem ser econômicas e apresentam desempenhos incríveis tanto na estrada quanto dentro da cidade. Sua aerodinâmica e equilíbrio são constantemente elogiados por proprietários e amantes das máquinas de duas rodas.

Preço: é verdade que as Kawasaki não são as motos mais baratas do mercado (o que se justifica devido ao que o veículo oferece se comparado aos demais), porém, uma alternativa é procurar por modelos usados. Em sites de motos usadas em Curitiba, bem como em outras capitais, é possível encontrar modelos em ótimo estado a preços bem menores do que os das concessionárias.

Por esses motivos, a tendência é de que as motos da empresa japonesa continuem chamando a atenção de compradores brasileiros, que são exigentes e procuram por máquinas que possam suprir suas expectativas e até superá-las.

Os interessados, entretanto, devem se lembrar de que essas motos não são como as demais. Por serem produtos de alta tecnologia, precisam de revisões e cuidados frequentes.

Por isso, se você possui uma dessas motos ou irá adquirir uma em breve, nossa dica é: atenção redobrada.

Quanto mais você valorizá-la, uma melhor performance a máquina oferecerá e o preço de revenda dela permanecerá alto.

Publicado por
veiculosnaweb

Notícias recentes

Como o SEO ajuda a vender carros usados

Foi-se o tempo em que bastava ter apenas um site na internet para poder ter a chance de vender mais…

1 dia atrás

A importância da Educação Financeira na hora de comprar um carro

O carro sempre foi, e continua sendo, um dos principais sonhos do brasileiro. Todo ano é feita uma pesquisa chamada…

4 dias atrás

Os cuidados na hora de negociar o seguro de carro

Contratar um bom seguro de carro é muito importante para proteger condutores de acidentes, furtos e roubos. Se você quer…

3 semanas atrás

Quebrando Mitos: Gasolina x Álcool

Texto por Ricardo Arcuri. O fato de estarmos num País cheio de recursos naturais é como ser técnico de um…

1 mês atrás

5 dicas de como escolher o pneu certo para o seu carro

Você sabe como escolher o pneu certo para o seu carro? É possível que não saiba. Afinal, são diferentes tipos,…

1 mês atrás

Nova ferramenta: Concessionárias agora podem detectar mais facilmente probabilidade de inadimplência

Acaba de ser lançado no mercado a ferramenta Score que ajuda pequenas e médias empresas com questões de segurança e gestão de…

1 mês atrás